segunda-feira, 14 de abril de 2014

Futurhythm - Range Murata e o ritmo do futuro.


Hora do artbook do mês de abril, para esta ocasião, separei com carinho o trabalho de um aclamado artista japonês, Range Murata. Range Murata, obviamente, é um artista gráfico japonês, mas conhecido como o responsável pelo character design das séries Blue Submarine No. 6 e Last Exile, reconhecido por utilizar elementos do movimento artístico Art Déco em seu trabalho.

Ele começou sua carreira na década de 90, desenvolvendo os character designs de jogos de videogame, o que faz até hoje. Entretanto, ele é mais reconhecido pelos inúmeros artbooks lançados no Japão e até nos Estados Unidos.

Gosto muito da obra de Murata, seus desenhos beiram a perfeição no que se propõe a transmitir, ele direciona uma total atenção para com a questão do realismo, só que sem perder a essência do que seja tradicionalmente uma ilustração de anime/mangá, com total atenção, especialmente, aos detalhes das faces, principalmente os olhos, os quais esbanjam expressão. Alguns cabelos são demasiadamente detalhados e transmitem uma apuração técnica ímpar, tal como as roupas e acessórios, ricos em detalhes, cada dobra, sombra, é um espetáculo por si mesmo. Alguns trabalhos dele são ainda mais realistas, beirando a concepção real das proporções humanas, tanto de corpo como de face, como pode ser observado em alguns desenhos do presente artbook.

Uma questão acerca da obra de Murata me motivou a ter de omitir algumas gravuras do Artbook em tela, que trata-se da sua predileção em retratar lolis em trajes sumários ou na completa ausência dos mesmos, o que, para manter o decoro do blog, preferi omitir tais gravuras, o que não desmerece sua obra, pois mesmo com tal temática não é possível deixar de apreciar a riqueza de detalhes dos seus desenhos. Mas, possíveis leitores, fiquem tranquilos, omiti poucas imagesn do trabalho em questão, há outros artbooks com maior número de imagens controversas do que este.

Bem, e do artbook em tela, ele se chama Futurhythm, de 2003, um jogo de palavras entre futuro e ritmo, o que é facilmente perceptível, e de fato, seus desenhos implicam num futurismo retrô, até mesmo steampunk. Então, espero que apreciem, e ao final, não esqueçam, há o complemento musical da postagem.
































































































E para finalizar com chave de ouro, nada melhor que uma banda com o mesmo nome do artbook! Futurhythm, "ritmo do futuro", um trabalho eletrônico psicodélico com uma temática futurista condizente com a proposta do artbook, ainda mais pela aura retrô do estilo musical, oriundo do início a década de 90. Já me despeço por aqui, não esqueçam de curtir a página do blog no Facebook e se puderem, deixem um comentário, até a próxima.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...