quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Extra. Distopia cyberpunk de Ken Ishii e Kouji Morimoto.


A presente postagem já é um projeto de longo tempo meu, falar sobre clipes musicais nos quais foram utilizadas animações para ilustrar as músicas. Não é novidade que muitos músicos e bandas utilizam deste recurso para fazerem seus clipes, e que muitos estúdios de animação e animadores freelancers renomados emprestam seu talento para esta tarefa. Verificando que estas animações, via de regra, não são muito lembradas, a não ser se a música for um grande sucesso, de vez em quando vou falar sobre um clipe no Dissidência Pop. Para começar, vamos conhecer Extra, do DJ Ken Ishii.

Extra é um clipe musical de 1994 feito em uma parceria de Kouji Morimoto e Ken Ishii. Kouji Morimoto é um animador muito experiente, co-fundador do estúdio Studio 4ºC, alguns de seus trabalhos de destaque foram o filme Akira, Kiki's Delivery Service do estúdio Ghibli, The Animatrix e em uma grande série de curtas marcados por seu experimentalismo. Ken Ishii é um importante DJ e produtor musical japonês.



Clipes muitas vezes são muito difíceis de interpretar, alguns, realmente, contam uma história linear ou apenas mostram os artistas em ação. Entretanto, alguns clipes, geralmente de artistas que gostam de experimentar e inovar, estão repletos de elementos aleatórios e psicodélicos, se não bizarros, Nestes casos a atividade de interpretar a animação fica muito mais difícil. Por vezes a interpretação pode ser ajudada por meio da música, mas como nem sempre uma música possui letra, ou a letra faz referência ao vídeo, esta não é uma regra.

Extra, sem sombra de dúvidas, entra no grupo dos clipes completamente insanos e psicodélicos com um grande número de elementos aparentemente aleatórios e desconexos, mas que com um pouco de esforço pode se obter algumas conclusões. Diferentes dos outros clipes nos quais o vídeo é posterior a música, a ideia de Extra surgiu de uma conversa entre Ken Ishii e Kouji Morimoto, sobre computação, internet, música, imagens e outros tópicos relacionados. Além disso, o próprio objetivo da animação é fazerem as pessoas tentarem descobrir o que Extra significa, o que não é nada fácil.


É um clipe de pouco mais de três minutos e meio, mas que possui muita coisa para contar neste tempo reduzido. Como o título da postagem indica, a história da animação se passa em um mundo cyberpunk clássico, marcado por um ambiente futurístico degradado, noturno e repleto de neon. Os personagens são compostos por humanos e androides. Na primeira parte do clipe, conseguimos distinguir um enredo quase linear, um confronto entre androides e humanos, além de muita violência gratuita, enquanto humanos são mortos por robôs, robôs são mortos por humanos, uma motivação tipicamente cyberpunk.

Há cenas interessantíssimas nessa primeira parte, enquanto a robô babá procura por mais uma vítima humana para eliminar, acaba encontrando uma criancinha, aparentemente inofensiva, quando, de forma inesperada, ela saca uma pistola e elimina o androide. Depois o clipe se torna mais psicodélico, cores piscantes, padrões estilizados e outros elementos surreais. Bem como, a história se torna mais difusa, e confusa, há uma sequência de experiências biológicos, e um elemento constante até o final, um motoqueiro que protagoniza o clímax do clipe, quando desafia o suposto antagonista.


Realmente Extra é uma animação fantástica, ainda mais por ser algo de 1995, mais de 20 anos atrás. A obra possui uma animação fluída, bom uso de cores e efeitos luminosos, o character design é belíssimo e bem detalhado. A ambientação cyberpunk ficou muito bem trabalhada, os edifícios, vielas e becos, dão aquela impressão de sujeira e vício comum ao gênero. Sem dúvidas uma peça de arte que demonstra claramente o talento de Koujo Morimoto.

Também não podemos nos esquecer de falar da música, Ken Ishii é um DJ e compositor de música eletrônica, em especial techno industrial. Sua música é praticamente a trilha sonora do cyberpunk, tanto é que todos os seus clipes se passam em ambientes deste gênero. Portanto, a música casou perfeitamente com o vídeo, devido a batida eletrônica e pesada com efeito complexos alinhados com os efeitos psicodélicos do próprio vídeo. A música, por si só, pode até ser esquecível, mas junto à animação, é memorável.


Concluindo, Extra é um clipe fantástico, depois de assisti-lo, impossível não lembrar dele quando se pensar em cyberpunk, Sem dúvida, Kouji Morimoto e Ken Ishii fizeram uma boa dupla para a realização deste interessante projeto. Assim, encerro esta postagem, e espero que tenham curtido, futuramente espero falar de outros clipes, e por favor, não deixem de assistir o clipe que segue abaixo e comentar suas impressões.



Mais algumas imagens interessantes do vídeo:















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...