sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

[Muito +18] The Art of Shintaro Kago. O cômico, o grotesco, e o kawaii.



O artbook do mês que vou apresentar no Dissidência Pop não é para qualquer um. Se você já leu o título do post e está familiarizado com a obra de Shintaro Kago já tem uma noção do que se trata. Caso contrário, saiba que o conteúdo que será mostrado abaixo não é recomendado para os fracos de estômago e aos muito sensíveis. Mesmo que a comicidade inerente na obra de Shintaro Kago amenize o aspecto grotesco de muitas das ilustrações, ainda é algo chocante. Neste artbook temos Shintaro Kago exercitando seu ero-guro na melhor forma possível, com direito a muitas meninas bonitas, coisas coloridas, sangue, tripas, tentáculos, vermes e outras coisas que prefiro não comentar!

Para quem não conhece Shintaro Kago, ele é um dos nomes mais relevantes do subgênero de mangás denominado ero-guro, que é a contração adaptada para o japonês das palavras inglesas erotic and grotesque (erótico e grotesco). Shintaro Kago se diferencia dos outros artistas deste gênero pelas peculiaridades de seu trabalho. Suas obras se dão, claro, pelo uso indiscriminado de violência, tripas e toda forma de parafilias, mas, ao contrário da maioria das obras do gênero, dificilmente seus trabalhos possuem como objetivo meramente a violência visual de cunho erótico. O que chama mais a atenção é o uso elementos extremamente bizarros e surreais, e tudo repleto de humor negro.

Shintaro Kago já é figura conhecida no Dissidência Pop, eu já analisei alguns mangás seus, como o cômico Harem End, Anamorphosis no Meijuu, e também sua obra mais acessível ao público geral, o épico sci-fi Super-Conductive Brains Parataxix, onde maneirou nos elementos ero-guro, inclusive sendo publicado na revista Young Jump. Quanto a esse artbook, ele é só uma coletânea de imagens, não segue nenhum enredo específico, mas possui uma temática que Shintaro kago chama de "Funny girls", isso mesmo, garotas engraçadas. Assim, as ilustrações em sua grande maioria são de garotas colegiais se divertindo, levando em conta o padrão grotesco de diversão de Kago.

Quanto aos dados desse artbook, foi bem difícil achar alguma coisa, aparentemente há mais edições do The Art of Shintaro Kago. Outra informação controversa foi sobre o número de páginas, que seria bem menos do que as quais eu estou apresentando aqui. Talvez minha fonte tenha acrescido outras ilustrações de outras edições. De qualquer forma, quanto mais melhor, não é? Melhor eu parar de escrever e satisfazer a vontade vocês meu caros leitores, então, apreciem a arte de SHintaro Kago, só cuidado para não se viciarem!








































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...